Categorias:

Você conhece e sabe para que serve a virtualização?

Desde que surgiu a computação na nuvem, inúmeras possibilidades se abriram para o setor da tecnologia da informação, dentre elas, a virtualização, que se tornou mais viável e voltou a ser explorada por profissionais do ramo. Mas, afinal, o que é e para que serve a virtualização? 

A virtualização é uma técnica que permite a criação de uma máquina virtual para funcionar dentro do sistema de um servidor. Basicamente, é possível utilizar diversos computadores e seus recursos dentro de uma mesma máquina, no âmbito digital, sem qualquer perda de desempenho, produtividade ou eficiência.

Dessa forma a pessoa pode utilizar o Linux sem precisar instalá-lo. Outra possibilidade é rodar jogos e aplicativos de celular Android direto no servidor com ferramentas de virtualização como o BlueStacks. Também é possível que desenvolvedores testem seus apps direto no servidor, sem precisar conectar e compilar código em smartphones.

A virtualização costuma incluir versões de hardware, sistemas operacionais, dispositivos de armazenament, todas geradas por computador permitindo que as empresas utilizem um único servidor em diversas máquinas virtuais. Contudo, cada máquina virtual pode interagir de forma independente e executar diferentes sistemas operacionais ou aplicativos ao mesmo tempo em que todas compartilham os recursos de um único computador host.

Tipos de virtualização 

A virtualização se tornou tão abrangente que existem diversas aplicações práticas para os negócios, independentemente de segmento, proporção e rendimento. Existem três tipos mais comuns de virtualização, sendo:

  • Virtualização de servidores: comum na entrega de provedores de nuvem, ou seja, divide um servidor físico em múltiplos servidores lógicos, agindo de forma independente.
  • Virtualização de aplicações: neste modelo, o software roda no servidor podendo ser acessado em qualquer máquina ou sistema. O uso mais comum desse modelo é o de entrega de software como serviço, em que o usuário acessa e utiliza a aplicação pela internet e, por isso, consegue ser produtivo a qualquer hora e lugar.
  • Virtualização de desktop: é uma forma de aumentar a eficiência do negócio no lado dos usuários finais, ou seja, virtualiza-se apenas os sistemas operacionais que rodam diretamente nos servidores. Sendo assim, não é disponibilizado para uso em computadores, notebooks e até tablets e smartphones.

Importante lembrar que todo esse processo de virtualização é geralmente feito por profissionais de TI e permite a execução de sistemas operacionais completos ou uma simulação do comportamento do sistema para quem trabalha com desenvolvimento de software e testes de segurança. 

Em resumo, a virtualização cria um ambiente de computação simulado ou virtual em vez de um ambiente físico e nós da WorkDB oferecemos esse serviço para o sucesso do seu negócio. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.