Categorias:

5 erros para não cometer no seu e-commerce

Imagem do avatar de
Publicado por workdb

O aumento no número de compras pela internet, por meio de plataformas de e-commerce e marketplace, é um exemplo de como a tecnologia é aliada aos negócios. Segundo a 42ª edição do Webshoppers, em 2020 o e-commerce cresceu 47% em território brasileiro, sendo o maior índice dos últimos 20 anos.

Por isso, hoje vamos falar sobre os erros mais comuns e cruciais para o e-commerce do seu negócio. Quer saber mais sobre esse assunto? Continue a leitura!

Bom, se você é empreendedor, entender a importância do e-commerce é um fator chave para o sucesso do seu negócio. Muitos empresários que iniciam as vendas no e-commerce sem planejamento sofrem com as consequências de gestão desqualificada, escolhas e investimentos inadequados e construção de sites de baixa qualidade.

É importante lembrar que desempenhos negativos tornam o negócio quase inviável monetariamente.

Falta de planejamento: o e-commerce precisa ser visto como uma empresa convencional, ou seja, precisa ser planejado.  Um dos erros mais comuns dos empreendedores é achar que podem sobreviver sem um plano de negócios no ambiente digital.

Para criar um plano de negócio é preciso de informações e análise de mercado. Produto, público alvo, opções de pagamento, logística, gestão, fluxo de caixa, preço, capital de giro, metas, entre outros são tópicos necessários de um bom plano de negócio pensado a curto, médio e longo prazo.

Design não atraente: ser visual é necessário, por isso, invista em identidade visual e contrate um boa plataforma. Certifique-se que o serviço garantirá uma navegação fácil. O consumidor precisa ter as informações de forma rápida a cada clique para que não perca a motivação pela compra. Site que trava é motivo de desistência de venda.

Pagamento de difícil acesso: o site precisa ter checkout transparente, ou seja, pagamento sem migrações ou abertura de pop-ups. Proporcionar ao cliente motivos que o retiram do carrinho de compras, podem favorecer que ele saia da página.

Segurança do site: lembre-se, se o consumidor ficar em dúvida, não comprará por medo de fraudes ou de clonagem de dados, por isso, invista em segurança.

Falta de informação e investimentos: ter uma loja online não significa falta de investimento. É preciso trabalhar na divulgação do site, rendendo à loja bons resultados em engajamento, fidelização e faturamento. Portanto, não se trata de custo, mas de investimento.

Tudo o que você precisa para começar, administrar e expandir sua loja online você encontra na WorkDB. Desenvolvemos uma plataforma completa com funcionalidades e ferramentas exclusivas para a criação da sua loja virtual. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *